Traqueostomia – Técnica, Cuidados, Aspiração

Traqueostomia na maioria dos casos é temporária

Traqueostomia é um buraco criado cirurgicamente na parte da frente do pescoço e na traquéia.

A traqueostomia oferece uma passagem de ar para ajudar a respirar quando a rota habitual para a respiração esta de alguma forma obstruída ou prejudicada. A traqueostomia é muitas vezes necessária quando problemas de saúde precisam de longo período da utilização de uma máquina (ventilador) para ajudar um paciente respirar. Em casos raros, uma traqueotomia de emergência é realizada quando o via aérea é subitamente bloqueada, como após uma lesão traumática no rosto ou pescoço.

Quando uma traqueostomia não é mais necessária, o buraco é fechado cirurgicamente.

A maioria das traqueotomias são realizadas em ambiente hospitalar. No entanto, no caso de uma emergência, pode ser necessário criar um orifício na garganta de uma pessoa mesmo fora de um hospital, tais como na cena de um acidente.

A traqueostomias são geralmente seguras, mas têm riscos. Algumas complicações são particularmente susceptíveis durante ou imediatamente após a cirurgia. O risco desses problemas aumenta muito quando a traqueostomia é realizada como um procedimento de emergência. As complicações imediatas incluem: hemorragia, infecção,danos na traquéia, efisema subcutânea e acúmulo de ar entre a parede torácica e pulmões, o que provoca problemas de dor, respiração ou colapso do pulmão.

 

 





Autora da matéria :

Add a Comment

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *