O que é Talidomida – Bula

Talidomida é usada no tratamento de câncer

A talidomida foi originalmente desenvolvida pela empresa farmacêutica alemã Grünenthal em Stolberg, embora essa afirmação foi contestada recentemente, através de provas detalhadas de sugerem que a droga tinha sido desenvolvida como um antídoto para gases, em 1944. Outras fontes sugerem que ela pode ter sido sintetizada pela primeira vez por cientistas britânicos da Universidade de Nottingham, em 1949.

A Talidomida, lançada pela Grünenthal em 1 de outubro de 1957, e era usada como um tranqüilizante e analgésico eficaz e foi proclamada uma “droga maravilha” para insônia, tosse, resfriados e dores de cabeça. Também era eficiente como anti-emético, que causava um efeito inibitório da doença pela manhã, e assim milhares de mulheres grávidas tomaram a droga para aliviar os seus sintomas.

No final dos anos 1950, apareceram na Alemanha, Reino Unido e Austrália os primeiros casos de malformações congênitas onde crianças passaram a nascer com focomelia. Os bebês nascidos desta tragédia são chamados de bebês da talidomida, ou geração talidomida. Em 1962, quando já havia mais de 10.000 casos de defeitos congênitos a ela associados em todo o mundo.

A talidomida foi retirada do mercado em 1961 eo escândalo levou a uma revisão do marketing, testes e regulamantação do medicamento.

Agora, 50 anos depois, o Instituto Nacional de Excelência Clínica recomendou a talidomida para o mieloma múltiplo, um cancro da medula óssea. A decisão marca um divisor de águas no lento retorno da droga. Há muitos anos rejeitada, a talidomida demonstrou eficiência no tratamento da lepra nos anos 1990. Atualmente pesquisas adicionais mostraram que o medicamento limita o fornecimento de sangue inibindo o crescimento de vasos sanguíneos que alimentam tumores.

Na Grã-Bretanha, a talidomida tem sido utilizada para tratar o cancro cerebral, cancro do rim e sarcoma de Kaposi, um cancro que envolve os vasos sanguíneos da pele.

 





Autora da matéria :

Add a Comment

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *