Alienação – Fiduciária, Parental, Mental

Alienação e suas vertentes

Quando Karl Marx publicou “Os Manuscritos Econômico-Filosóficos de 1844”, ele começou a descrever o processo pelo qual o modo de produção capitalista explora os trabalhadores. Ele chamou esse fenômeno de alienação, o que significa que as pessoas que trabalham colocam tudo em seu trabalho, mas recebem pouco em troca.

Mas fora a visão de Karl Marx, a palavra alienação tem várias definições: cessão de bens, transferência de domínio de algo, perturbação mental, na qual se registra uma anulação da personalidade individual, arrombamento de espírito, loucura.

A alienação pode referir-se a:

– Alienação (direito de propriedade), a transferência legal do título de propriedade para outra pessoa
– A alienação social, alienação do sujeito individual a partir de sua comunidade, da sociedade ou do mundo
– Efeito de alienação, um dispositivo teatral e cinematográfico, através da qual o público é “alienado”.     – Alienação parental ou síndrome de alienação parental, a hostilidade entre uma criança e seu pai.

 

 

 

 





Autora da matéria :

Add a Comment

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *