Vitamina D, Para que serve

A vitamina D é uma vitamina esteróide

A vitamina D é encontrada em muitas fontes alimentares, tais como peixe, ovos, leite fortificado e óleo de fígado de bacalhau. O sol também contribui significativamente para a produção diária de vitamina D, e apenas 10 minutos de exposição é o suficiente para evitar as deficiências. O termo “vitamina D” refere-se a diferentes formas desta vitamina. Duas formas são importantes em seres humanos: ergocalciferol (vitamina D2) e colecalciferol (vitamina D3). A vitamina D2 é sintetizada pelas plantas. A vitamina D3 é sintetizada pelos seres humanos na pele quando ficam expostos à radiação ultravioleta B (UVB) raios de luz solar. Os alimentos podem ser enriquecidos com a vitamina D2 ou D3.

A função biológica principal da vitamina D é manter os níveis sanguíneos normais de cálcio e fósforo. A vitamina D auxilia na absorção de cálcio, ajudando a formar e manter ossos fortes. É usado, sozinho ou em combinação com o cálcio, para aumentar a densidade mineral óssea e assim a diminuição de fraturas. Recentemente, a pesquisa também sugere que a vitamina D pode fornecer proteção contra a hipertensão, osteoporose, câncer e outras doenças autoimunes.

Raquitismo e osteomalácia são doenças clássicas da deficiência de vitamina D. Em crianças, a deficiência de vitamina D provoca raquitismo, o que resulta em deformidades esqueléticas. Nos adultos, a deficiência de vitamina D pode levar a osteomalacia, o que resulta em fraqueza muscular, além de ossos fracos. Populações que podem estar em um alto risco de deficiência de vitamina D incluem os idosos, obesos e aqueles que têm limitada exposição solar. Além disso, os indivíduos que têm síndromes de má absorção de gordura (por exemplo, fibrose cística) ou doença inflamatória do intestino (por exemplo, doença de Crohn) estão em risco.

 





Autora da matéria :

Add a Comment

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *