Seres Vivos – Biologia, Imagens

Seres vivos têm nível de complexidade e organização não vistos  em objetos inanimados.

Os seres vivos incluem tanto o mundo visível de animais e plantas, bem como o mundo invisível das bactérias.

Os seres vivos podem obter energia a partir do ambiente. Esta energia, na forma de alimento, é transformado para manter os processos metabólicos e para a sobrevivência.

A vida cresce e se desenvolve. Isso significa mais do que apenas ficar em tamanho maior. Os organismos vivos também têm a capacidade de reconstruir e reparar-se quando feridos.

A vida pode se reproduzir. Você já viu a sujeira reproduzir? Acho que não. A vida só pode vir de outras criaturas vivas.

O último tipo de adaptação é chamado genotípica (causada por mutação). Estas mudanças acontecem dentro da composição genética do organismo e não são reversíveis. Um exemplo seria o desenvolvimento de resistência aos pesticidas por insectos e aranhas.

Em resumo, a vida é organizada, “funciona”, cresce, se reproduz, responde aos estímulos e se adapta. Estas características formam a base do estudo da biologia.

Os seres vivos são divididos em cinco grupos, ou reinos: monera (bactérias e algas verde-azuladas), protista (protozoários, Dictyostelium discoideum, e algas), fungos (cogumelos, bolores, e líquenes), (musgos, samambaias, cone portadores de plantas e plantas com flores), e os reinos animais. Organismos dentro de cada reino tem certas semelhanças básicas. Os seres vivos antigamente eram divididos em dois reinos de o reino vegetal e o reino animal.

Apesar das grandes diferenças entre as formas simples e complexas, todos os organismos vivos têm certas qualidades ou propriedades em comum. A unidade básica que é fundamental para toda matéria viva é a célula. As células podem diferir em detalhes da estrutura e função, mas há semelhanças fundamentais na sua composição e nas reações químicas que executam.

Os seres vivos competem uns com os outros. Por exemplo, plantas disputam a luz do sol, espaço, e umidade, animais competem entre si por comida e muitas vezes atacam uns aos outros. Esta concorrência impede a Terra de tornar-se superlotada, com qualquer tipo de organismo. Os seres vivos que não podem competir com sucesso são extintos, e desaparecem da face da terra.

 

 

 





Autora da matéria :

Add a Comment

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *