Santos Dumont – Avião, História

Santos Dumont pioneiro da aviação

Santos Dumont nasceu em Minas Gerais, o caçula de 11 filhos. Ele cresceu em uma fazenda de café de propriedade de sua família no estado de São Paulo. Seu pai era um engenheiro, e tão bem sucedidas foram suas inovações que eles ficaram ricos e seu pai era conhecido como “Rei do Café do Brasil”.

Santos Dumont era fascinado pelas máquinas, e ainda criança, aprendeu a dirigir os tratores a vapor e locomotivas utilizadas na plantação de sua família.

Em 1891, Santos Dumont, com 17 anos,  mudou-se para Paris na França, depois que seu pai sofreu um acidentes e ficou paraplégico. Ele continuou seus em física, química, mecânica e eletricidade, com a ajuda de um tutor particular.

SantosDumont contratou um experiente piloto de balão que o levou os seus primeiros passeios como um passageiro. E logo ele começou a projetar seus próprios balões. Em 1898, Santos Dumont subiu em seu primeiro projeto de balão, o Brésil. Depois de inúmeros voos de balão, ele passou a desenhar balões dirigíveis do tipo que poderiam ser movidos através do ar, em vez de precisarem da brisa.

Entre 1898 e 1905 ele construiu e voou 11 dirigíveis. O auge de sua carreira nos modelos mais leves que o ar veio em 19 de outubro 1901, quando ele ganhou o Deutsch de la Meurthe prêmio de 100.000 francos por voar seu dirigível Número 6 do Parc Saint Cloud à Torre Eiffel e voltar em trinta minutos. Em um gesto de caridade, doou metade do prêmio em dinheiro para os pobres de Paris. A outra metade foi dado a seus operários como um bônus.

Apesar de Santos Dumont ter dado continuidade ao trabalho com dirigíveis, seu principal interesse logo se transformou em modelos mais pesado que o ar. Em 1905 ele havia terminado seu primeiro projeto de avião, e também um helicóptero. Ele finalmente alcançou o seu sonho de voar em um avião, em outubro de 1906, pilotando o 14 Bis ante uma grande multidão de testemunhas, ele voou a uma distância de 60 metros a uma altura de 2-3 m. Este evento bem documentado foi o primeiro vôo verificado pelo Aero-Club de France.

No Brasil e em alguns outros países, Santos Dumont é amplamente considerado como o “Pai da Aviação”, por causa do do caráter público e oficial do vôo do 14-bis.

 





Autora da matéria :
One Comment

Add a Comment

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *