Para que Serve o Zinco e suas Propriedades

Zinco é essencial para a saúde

Zinco (Zn) é um metal de transição que pertence ao grupo 12 da tabela periódica . Como um ” elemento essencial ” o zinco tem importância biológica substancial para plantas e animais.

O zinco é responsável por um número de funções diferentes no corpo humano e que ajudam a estimular a atividade de 100 enzimas diferentes.

A ingestão de uma pequena quantidade de zinco é o suficiente para obter os benefícios oferecidos pelo mesmo. Atualmente a quantidade recomendada é de 8 mg/dia pra mulheres e 11 mg/dia pra homens.

Ter um baixo nível de zinco no corpo faz com que a pessoa fique suscetível a doenças e enfermidades. Na verdade, a deficiência de zinco é responsável por mais de 800.000 mortes de crianças no mundo a cada ano.

Zinco 1

O elemento é encontrado naturalmente em diferentes alimentos, mas também está disponível como um suplemento dietético .

O zinco é importante para um sistema imunológico saudável, síntese de DNA, crescimento saudável durante a infância, e cicatrização de feridas.

o corpo humano precisa de zinco para ativar os linfócitos T (células T), que ajudam o corpo de duas maneiras: controlando e regulando as respostas imunes, atacando células infectadas e cancerosas.

A deficiência de zinco pode prejudicar gravemente a função do sistema imunológico. Pessoas com deficiência de zinco estão propensas a um grande número de doenças.

Estudos revelam que o zinco tem um papel crucial na regulação da comunicação entre os neurônios, afetando assim o aprendizado e a memória.

Zinco 2

Pastilhas de zinco ajudam a combater em 40% mais rápido os resfriados comuns. Além disso, elas são benéficas na redução da duração e da gravidade da constipação comum em pessoas saudáveis.

O zinco pode ajudar a proteger a pele e membranas mucosas. O zinco pode estimular a cicatrização da úlcera, aumentando a re- epitelização, diminuindo a inflamação e crescimento bacteriano. Quando o zinco é aplicado em feridas não só corrige o déficit de zinco local, mas também atua farmacologicamente.

O zinco evita danos celulares na retina, o que ajuda retardar a progressão da perda de visão.

O zinco também é possivelmente eficaz para o tratamento de: acne, transtorno de déficit de atenção, osteoporose e prevenção e tratamento de pneumonia.

Zinco 3

O zinco está presente em uma grande variedade de alimentos, entre eles: ostras, carne assada, fígado de vitela, caranguejo, lombo de porco, feijão cozido, lagosta, chocolate amargo,, cordeiro, amendoins, etc.

Normalmente, a deficiência de zinco é devido à ingestão insuficiente.

No entanto, também pode ser devido à má absorção e doenças crônicas, como diabetes, câncer, doença hepática e doença falciforme.

Os sinais de deficiência de zinco incluem: perda de apetite, anemia, cicatrização lenta, cognição alterada, crescimento lento, perda de cabelo.

A ingestão excessiva de zinco pode ser prejudicial , uma vez que suprime a absorção de cobre.

Os efeitos adversos da alta ingestão de zinco incluem: náusea, vômitos, perda de apetite, dores de estômago, dores de cabeça e diarreia.

Zinco 4





Autora da matéria :

Add a Comment

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *