Obra Ecce Homo – Pôncio Pilatos

Afresco na Espanha foi arruinado

Um caso suspeito de vandalismo em uma igreja em uma aldeia do nordeste da Espanha acabou por ser provavelmente o pior projeto de restauração de arte de todos os tempos.

Uma mulher idosa assumiu esta semana assumiu a responsabilidade por desfigurar a obra Ecce Homo de um século de idade, no Santuario de la Misericordia, uma igreja católica romana em Borja, perto da cidade de Zaragoza.

Para quem não sabe o Ecce homo, refere-se a um motivo artístico que retrata Jesus coroado de espinhos antes de sua crucificação.

A mulher, Cecilia Giménez, 80 anos, que agiu por conta própria, tentou restaurar o afresco, porque ela estava chateada que partes da obra tinham descascado devido à umidade nas paredes da igreja.

A restauração fracassada do afresco veio à tona neste mês, quando descendentes do artista do século 19, Elías García Martínez, propôs fazer uma doação para sua manutenção.

As especialistas Encarnación Ripollés e Mercedes Núñez estão fazendo análises químicas na pintura para determinar se existe possibilidade de recuperar a pintura original.

 





Autora da matéria :

Add a Comment

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *