Microcefalia é Causada pela Vacina da Rubéola ?

Ministério da Saúde desmente boatos sobre microcefalia

É um momento assustador para as mulheres que estão grávidas. Surtos do Zika vírus causa preocupações de que ele pode causar microcefalia no bebê.

A conexão entre a chegada do Zika e o aumento no número de bebês nascidos com microcefalia levou a Organização Mundial de Saúde a declarar estado de emergência internacional, mas circulam online teorias diferentes sobre quem é o culpado pela microcefalia.

Entre as manchetes que estão tomando conta das redes sociais trazem manchetes como: “A real causa de defeitos congênitos no Brasil: Zika ou uso da vacina inadequada?” Em outro site, a pergunta: “Microcefalia: causada pela vacina de rubéola“. Outros declaram que as grávidas estariam recebendo vacinas vencidas. E até mesmo que o zika provoca danos neurológicos em crianças de até 7 anos e em idosos.

A difusão do boato levou o Ministério da Saúde divulgar uma nota de esclarecimento: “O Ministério da Saúde esclarece que todas as vacinas ofertadas pelo Programa Nacional de Imunização (PNI) são seguras e não há nenhuma evidência de que possam causar microcefalia. As vacinas são fundamentais para proteger o bebê contra doenças graves. Nenhuma das vacinas administradas durante a gestação contém vírus ou outros agentes vivos.”

Desmistificando os Boatos

– Mulheres grávidas não recebem vacinas de rubéola

– Não existe nenhuma evidência científica sobre danos neurológicos causados a idosos. O assunto foi esclarecido Poe especialistas da Fundação Osvaldo Cruz

– Vacinas oferecidas pelos serviços públicos de saúde são seguras e não existe razão para o sistema oferecer vacinas vencidas.

– Vacinas vencidas perdem a capacidade de desenvolver proteção contra doenças e não tem capacidade de provocar danos neurológicos.

Microcefalia é Causada pela Vacina da Rubéola  1

Microcefalia é Causada pela Vacina da Rubéola 2

Microcefalia é Causada pela Vacina da Rubéola 3

Microcefalia é Causada pela Vacina da Rubéola 4





Autora da matéria :

Add a Comment

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *