História da Capoeira

Capoeira é reconhecida internacionalmente

A Capoeira é uma forma de arte brasileira única que combina artes marciais, acrobacia e dança com movimentos executados ao som do birimbau. Embora os historiadores concordem que a capoeira foi desenvolvida no Brasil e demonstra uma clara influência Africana, detalhes sobre a história da Capoeira ainda são debatidas no seio da comunidade da Capoeira.

Mesmo a definição da palavra “Capoeira” em si permanece incerto. A explicação mais aceita da arte sugere que ela foi desenvolvida entre os séculos XVI e XIX por escravos africanos importados para o Brasil durante o tráfico de escravos. Proibido de ser praticada abertamente as formas de auto-defesa, escravos vivendo em plantações brasileiras disfarçavam seus movimentos, incorporando elementos de dança, acrobacia, e música para a sua prática.

O resultado foi um “jogo” de movimento com seqüências marciais e acrobacias desafiadoras realizados de forma enégica diante de palmas dos espectadores. Alguns historiadores acreditam que a probição da prática da capoeira tenha sido um dos motivos da sua evolução.

A Capoeira, desde então, evoluiu para incluir todas as categorias de movimento, com acrobacias aéreas e rápidos chutes giratórios característicos da Capoeira contemporânea, comumente referido como Capoeira Regional. Mestre Bimba é universalmente reconhecido como o pai da Capoeira Regional. Legalizado no Brasil apenas em 1953, a Capoeira tem experimentado um crescimento substancial no Brasil e, desde então, passou a fazer parte da cultura brasileira. Hoje, a capoeira tornou-se uma forma de arte reconhecida internacionalmente que oferece aos seus praticantes uma experiência inesquecível em movimento, música e cultura brasileira.

 





Autora da matéria :

Add a Comment

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *