Fotos e Tipos de Iluminação Zenital em Casas, Banheiros e Mais

Aproveitando a luz natural

Para garantir mais luz no interior das casas uma nova tendência estrutural vem se tornando popular. É a iluminação zenital, que são vãos criados na cobertura das casas com fechamento feito com materiais translúcidos.

Geralmente esse tipo de estrutura são usadas para ambientes que recebem pouco iluminação por não ser possível a instalação de janelas. Uma maneira simples de utilizar a iluminação zenital é substituir telhas normais por telhas de viro. Ou ainda você pode fazer  uma estrutura no seu telhado que capta luz.

Existem diferentes tipos de iluminação zenital para serem usados em diferentes ambientes da casa.

Lanternins- abertura do telhado com formas de v ao contrario, ideal para conseguir também ventilação, permite a renovação continua de ar, tem maior eficácia quando instalado voltado para o norte-sul.

Claraboias – são as mais conhecidas e, necessitam de um bom projeto, pois acabam tendo o aumento na temperatura dos ambientes.

Domus – também conhecidas como Claraboias tubulares, são feitas com tubos reflexivos e que conduzem a luz natural ate o ambiente, muito utilizado em coberturas.

Cúpulas – sua estrutura elíptica distribui melhor a luz. São utilizados em grandes obras como o museu de Guggenheim.

As aberturas para a iluminação zenital não devem ser superiores a 10% da área do piso, porque pode levar ao aquecimento excessivo do ambiente. Os materiais translúcidos são variados, mas os mais usados são vidro, acrílico e policarbonato.

Vale lembrar que não existe restrição na utilização da iluminação zenital, mas é preciso a contratação de um profissional especializado para fazer o uso de acabamentos e vedações corretas para não ter problema com a chuva e o vento.

Iluminação Zenital em Casas 1

Iluminação Zenital em Casas 2 Iluminação Zenital em Casas 3 Iluminação Zenital em Casas 4

Iluminação Zenital em Casas 5

Iluminação Zenital em Casas 6

Iluminação Zenital em Casas 7

Iluminação Zenital em Casas 8





Autora da matéria :

Add a Comment

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *