Estudo da Memória da Água por Dr. Wolfgang Ludwig

A Memória da água segundo Dr. Wolfgang Ludwig do Instituto de Biofísica.

Todos os processos dependem direta ou indiretamente da água, mas com a correria do dia a dia não percebemos a importância vital desta fonte de energia em nossas vidas, por este motivo as campanhas ambientais devem reforçar neste tema especifico.

Sem o consumo de água o ser humano não sobrevive por muito tempo, devido ao nosso organismo ser composto por 75% de água, oposto a falta de alimentos que o corpo sobrevive por um prazo maior.

Não existe um acompanhamento eficiente para controlar os níveis químicos da água.

Devido ao crescimento continuo e o avanço nas industrias e falta de uma atenção devida para este assunto, contribuindo para que as nossas águas continuem sendo contaminadas com diversas substancia, tais como chumbo, nitrato e muitas outras com origem a partir das diversas atividades dos seres humanos.

Apesar da purificação a água continua contendo oscilações ou seja comprimentos de onda, através de estudos foram constatados que estas ondas continuam possuindo as mesmas substancias poluentes que existiam antes da purificação, dependendo da quantidade poderá fazer mal a saúde.

Em poucas palavras a memória da água, significa que mesmo com os tratamentos para a água se tornar limpa sem tóxicos, ainda assim existem freqüências que permanecem na água, continuam sendo absorvidas pelo organismo e podem ser prejudiciais a saúde sem que haja uma ação devida para reverter este quadro.

A água após ter contato com poluentes não é mais benéfica para o organismo, mesmo assim muitos cientistas e institutos de pesquisa não tem conhecimento.

O importante é investimento em estudos mais detalhados sobre a água, como melhor trata – lá, o que pode ou não fazer mal, quais os benefícios para os organismos vivos.





Autora da matéria :

Add a Comment

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *