Cromossomos – Homólogos Humanos

Sob o vasto e fascinante campo da biologia, vem o ramo da genética que estuda genes, hereditariedade e as variações do organismo. Uma das unidades primárias do estudo da genética humana é o cromossomo. O corpo humano é composto de bilhões de células – cada célula humana é composta de 46 cromossomos homólogos, que estão emparelhados, para fazer 23 pares. Destes 23 pares, 22 são não-sexuais ou autossomos cromossomos homólogos, enquanto que um único par é um cromossomo sexual.

Nas mulheres, todos os 23 pares de cromossomos são idênticos, ou seja, cada par é composto por 2 cromossomos X. Nos homens no entanto, o cromossomo sexual é composto de um X e um cromossomo Y, que formam uma seqüência de XY. No nível genético, esta é a diferença entre o macho e a fêmea da espécie.

Cromossomos homólogos são cromossomos com seqüências de genes idênticos. Em organismos que se reproduzem sexualmente, como seres humanos, cada um dos pais fornece metade dos 46 cromossomos, o que corresponde exatamente com o seu par. Estes dois cromossomas durante a meiose, que precisa ocorrer para a formação de gametas, ou células reprodutivas.

A troca de genes entre cromossomos homólogos é conhecids como crossing over, ou crossover cromossômicas. Esta troca de material genético ocorre durante a fase prófase, uma das diferentes fases do processo de meiose ou divisão celular. Ela envolve a troca de alelos do gene de um cromossomo, com o alelo alternativo em um cromossomo homólogo correspondente. Isso resulta em um cromossomo crossover, ou um cromossoma recombinante que contém uma combinação de alelos presentes nos cromossomos original ou pai.





Autora da matéria :

Add a Comment

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *