Colágeno – Engorda, Emagrece, Cápsulas

O colagéno é um tipo de proteínas que ocorre naturalmente.

O colageno é um tipo de proteína. Fibroso na natureza, ele se conecta e suporta outros tecidos do corpo, como pele, ossos, tendões, músculos e cartilagens. Ele também suporta os órgãos internos e está até mesmo presente nos dentes. Há mais de 25 tipos de colagénios que ocorrem naturalmente no corpo.

O colageno é uma das proteínas mais abundantes presentes nos organismos de mamíferos, incluindo seres humanos. De fato, ele é cerca de 25 por cento da quantidade total de proteínas no organismo. Algumas pessoas referem-se a colágeno, como a cola que mantém o corpo unido. Sem ele, o corpo iria, literalmente, cair.

Possuindo grande resistência à tração, as funções do colageno de um modo geral é muito diferente de muitos outros tipos de proteínas. Por exemplo, ele pode ser encontrado no interior e no exterior das células. As fibras de colagénio são importantes na contribuição para a estrutura externa de células. No entanto, eles estão presentes no interior de algumas células, tambem.

Colágeno trabalha lado a lado com a elastina em tecidos de suporte do corpo. Basicamente, ele dá forma aos tecidos do corpo e proporciona firmeza e força. A combinação de colageno e elastina é muito importante em muitas partes do corpo, incluindo, mas não se limitam a, os pulmões, ossos, e tendões. Até os vasos sanguíneos dependem tanto de colágeno e elastina.

Muitas vezes, o colageno é discutido em relação à pele. Ele funciona junto a queratina para proporcionar a pele força, flexibilidade e resiliência. Enquanto em pessoas idade, ocorre a degradação do colágeno, levando a rugas. O uso de cápsulas de colágeno é importante para combater os efeitos visíveis do envelhecimento na pele.

Além de ser tão importante no corpo, o colageno tem também muitas utilizações médicas. É utilizado em alguns procedimentos de cirurgia plástica e é vendido como um suplemento criado para a mobilidade das articulações. É ainda utilizado no tratamento e gestão de queimaduras graves.

 

 

 





Autora da matéria :

Add a Comment

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *