AVC Sintomas – Isquêmico Hemorrágico

O AVC sintomas ou derrame é uma súbita perda de função cerebral causado pela interrupção do fluxo sangüíneo para o cérebro, que pode ser ocasionado por um acidente vascular cerebral isquêmico (um coágulo de sangue) ou um acidente vascular cerebral hemorrágico (ruptura de um vaso sangüíneo e sangramento dentro ou ao redor do cérebro ).

A interrupção do fluxo sangüíneo para o cérebro faz com que os neurônios na área afetada morram. Os efeitos de um derrame dependem de qual parte do cérebro foi ferido e quanto dano ocorreu. Cerca de 80% dos acidentes vasculares cerebrais são isquêmicos e 20% são hemorrágicos.

Os sintomas mais comuns de um AVC são:fraqueza repentina ou dormência da face, braço ou perna, especialmente em um lado do corpo; confusão súbita ou problemas de fala ou compreensão; problemas inesperados com a visão, como a obscuridade ou perda de visão em um ou ambos os olhos; tonturas súbitas ou problemas de equilíbrio ou coordenação; forte dor de cabeça súbita sem causa conhecida.

Um acidente vascular cerebral isquêmico é o resultado de bloqueio no fluxo sangüíneo para o cérebro causado por um coágulo de sangue. A aterosclerose é um processo no qual depósitos gordurosos (placas) acumulam no interior dos vasos sanguíneos do corpo, principalmente nas artérias carótidas do pescoço, as artérias coronárias do coração e artérias das pernas. Este bloqueio é uma das possiveis causas de muitos AVCs isquêmicos.

Um AVC hemorrágico é causado por um sangramento no cérebro (hemorragia intracerebral) ou sangramento em torno do cérebro (hemorragia subaracnóide), que resulta da ruptura de um vaso sanguíneo. Estas hemorragias podem ocorrer devido a pressão arterial alta ou por problemas estruturais dentro dos vasos sanguíneos (aneurismas ou malformações vasculares).

Os Fatores que podem levar uma pessoa a ter um derrame são: idade, etnia, histórico familiar, sexo (os homens têm um maior risco de acidente vascular cerebral), pressão alta, doenças cardíacas ou fibrilação atrial (batimento cardíaco irregular), tabagismo, diabetes, colesterol alto, inatividade física, alta ingestão de álcool e estresse.

 

 

 





Autora da matéria :

Add a Comment

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *